InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 VIVENDO PLENAMENTE

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
PIRATINHA
Usuário Heavyweight
Usuário Heavyweight


Mensagens : 442
Data de inscrição : 05/05/2008
Idade : 62

MensagemAssunto: VIVENDO PLENAMENTE   Qua Ago 06, 2008 12:41 am

Evil or Very Mad pirat Twisted Evil bounce



Vivendo Plenamente


Alexandre o grande encontra-se com Diógenes


Aqueles que dizem estar esperando por uma oportunidade estão sendo enganados, e não estão enganando ninguém a não ser eles mesmos. A oportunidade não irá surgir amanhã. Ela já chegou, esteve sempre presente. Esteve presente mesmo quando você não estava aqui. A existência é uma oportunidade. Ser é a oportunidade. Não diga: "Amanhã irei meditar, amanhã irei amar, amanhã irei ter uma relação radiante com a existência." Por que amanhã? O amanhã nunca chega. Por que não agora? Por que adiar? O adiamento é um truque da mente: faz com que você continue cheio de esperanças, e enquanto isso a oportunidade está escapando de você. E, no final, você chegará ao derradeiro destino - a morte - e não haverá mais oportunidades à disposição. Isso já aconteceu muitas vezes no passado. Você não é novo aqui. Você já nasceu e morreu muitas vezes. E, a cada vez, a mente usou o mesmo truque, e você ainda não aprendeu.


Quando Alexandre o Grande estava indo para a Índia, encontrou um homem estranho, Diógenes. Era uma manhã de inverno, uma brisa refrescante soprava e Diógenes estava deitado à margem do rio, tomando um banho de sol, nu. Era um belo homem. Quando a alma é bela, surge uma beleza que não é desse mundo. Ele nada tinha, nem mesmo uma tijela de esmolas, porque um dia ele estava indo para o rio com sua tijela de esmolas para beber água quando viu um cachorro correndo para o rio. O cachorro pulou no rio e bebeu. Então Diógenes riu e pensou: “Esse cachorro me ensinou algo. Se ele pode viver sem um prato de esmolas, porque também não posso?” Então desfez-se da sua tijela de esmolas e fez como o cachorro: pulou no rio e começou a beber. Desde então não teve mais nada. Alexandre nunca tinha visto alguém tão gracioso, de tamanha beleza, algo que vinha de uma fonte desconhecida… Ele estava impressionado e disse: “Senhor…” Ele nunca havia dito “Senhor” para ninguém em sua vida – “estou muito impressionado com o seu ser e gostaria de fazer algo por você. Há algo que eu possa fazer por você?” Diógenes disse: Apenas chegue um pouco para o lado pois você está tapando o sol. Só isso. Não preciso de mais nada.” Alexandre disse: “Se eu tiver outra chance de voltar à terra, pedirei a Deus que, em vez de me fazer Alexandre de novo, me faça Diógenes.” Diógenes riu e disse: “Quem o impede de fazer isso agora? Você pode tornar-se um Diógenes. Para onde está indo? Durante meses vi exércitos se movendo por toda parte. Para onde você está indo e por que? Alexandre disse: “Estou indo para a Índia, para conquistar o mundo inteiro.” “E depois disso, o que você fará?, perguntou Diógenes. E Alexandre disse: “Então irei descansar.” Diógenes riu novamente e disse: “Você está louco! Estou descansando agora mesmo e não conquistei o mundo. Não vejo qual a necessidade disso. Quem lhe disse que, antes de descansar, precisava conquistar o mundo? E lhe digo outra coisa: se você não descansar agora, nunca o fará. Sempre haverá mais alguma coisa para ser conquistada, e o tempo passa rápido. Você irá morrer no meio de sua jornada. Todos morrem no maio da jornada.” E Alexandre morreu no meio: morreu no caminho, quando voltava da Índia. E nesse dia lembrou-se de Diógenes. Apenas Diógenes estava em sua mente – ele nunca pôde descansar em sua vida, e aquele homem descansou.



Copyright © 2008 Osho International Foundation
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.orkut.com.br/Home.aspx
 
VIVENDO PLENAMENTE
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vivendo de detail...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Papo - Furado :: Bate - Papo-
Ir para: