InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Anderson comenta luta contra Irvin, Entrevista Completa Anderson Spider Silva

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
l7
Moderadores
Moderadores


Mensagens : 806
Data de inscrição : 30/05/2008
Idade : 32

MensagemAssunto: Anderson comenta luta contra Irvin, Entrevista Completa Anderson Spider Silva   Ter Jul 08, 2008 3:23 am

Absoluto na categoria, Anderson Silva atendeu ao pedido de Dana White e fará a grande luta do UFC Fight Night 14, que rola no dia 19 de julho em Las Vegas. Encarando James Irvin na categoria light-heavyweight, Anderson falou com a TATAME sua preparação para esta luta e os possíveis candidatos à disputa de cinturão na middleweight. “Vamos ver, vou procurar fazer meu trabalho como sempre venho fazendo independente do resultado, e estou indo para me testar, para botar à prova e ver se posso”, afirmou o campeão, que aproveitou para comentar sobre a equipe nos Estados Unidos, as próximas lutas dos irmãos Nogueira e o Affliction, que chegou pegando pesado para bater de frente com o UFC.

confira a entrevista exclusiva com Anderson Silva.


Você está no Brasil ou em Las Vegas ?
Estou no Brasil já há pouco mais de um mês. Estou aqui no Rio fazendo meu treinamento já.

O que espera para a luta contra James Irvin na light-heavyweight?
O treinamento está bom, está sendo bem legal. É uma experiência nova que estamos tentando fazer. Eu só treino com gente acima do meu peso, sempre treinei assim. Vamos esperar e ver como vai ser, né. Saindo inteiro como sempre tenho saído está bom, indo para minha família já é o um ponto principal. Fizemos um cronograma de treinamento e preparação física, demos uma estudada e a preparação física com pessoas capacitadas e a gente vai lá pra botar à prova, ver se tudo o que treinamos e inovamos dá certo.

Ele disse que você passou o carro entre os médios, mas que não teme seu jogo e que vai te mostrar o motivo pelo qual existem categorias de peso... O que você acha disso?
Eu acredito nisso, que existem categorias de peso pra isso, mas quando lutava no Pride não existia a categoria até 83kg, existia 93kg e eu sempre lutei nela. Mas eu não tinha a mesma qualidade física e técnica que tenho hoje. É uma experiência, estamos fazendo por vários motivos, e um deles é um pedido do Dana White para que eu possa fazer a luta e eu, juntamente com todos meus amigos, que me ajudam, chegamos à conclusão de que dá pra fazer. Vamos ver, vou procurar fazer meu trabalho como sempre venho fazendo independente do resultado, e estou indo para me testar, para botar à prova e ver se posso. Se o resultado for positivo é que toda nossa experiência e laboratório deram certo. Quem tem boca fala o que quer, ele tem razão e por isso cada um tem seu peso, não tenho essa pretensão de lutar nessa categoria e to fazendo isso porque eles pediram e acho que posso. Não tenho pretensão de disputar esse cinturão, esse cinturão é do Lyoto e ele já provou isso. Vou fazer a luta porque gosto de lutar, gosto de desafios.

Foi falado que sua próxima luta entre os médios será contra o Yushin Okami... É verdade? O que você espera desta luta?
Eu ainda vou confirmar isso, mas acredito que seja possível. Ele venceu todas as lutas que fez até agora e se credenciou para lutar. A gente está vendo qual vai ser. Não sei como seria a luta, é difícil de falar. É uma luta dura, ele é um atleta bem versátil, tem muitas qualidades técnicas acho que seria uma luta boa, gostaria muito.

Outro que estava cotado para te enfrentar era o Ricardo Cachorrão, que acabou perdendo para o Patrick Cote. O que você achou da luta?
Todo atleta de alto nível tem seus altos e baixos, pode ganhar ou perder, derrota e vitória andam lado a lado. Infelizmente ele perdeu e vai ter que correr atrás do prejuízo, tem que melhorar. Se for pra ser a gente se enfrentar no futuro acho que é uma questão de tempo, está todo mundo procurando seu lugar ao sol. Espero que continue tendo bastante lutador para que eu não fique desempregado.

O que acha do Cote como mais um a entrar na fila pelo cinturão?
Eu acho legal, quanto mais atletas tiverem para botar à prova minha técnica, se eu realmente mereço ser campeão, melhor. Não vou ser campeão pra sempre, vai ter alguém pra me vencer, óbvio, e isso me fortalece para que eu consiga manter o resultado positivo. Vencer ou perder está ali, andando lado a lado. Já perdi, já ganhei, já fiquei sem lutar... Para mim não vai ser nada anormal se eu perder. Treino para fazer uma boa luta. O resultado é fruto do trabalho que fazendo... Mais pessoas vão querer lutar pelo cinturão e tenho que estar sempre bem treinado.

O Toquinho estreou muito bem na sua categoria e agora vai pegar o Dan Henderson... Como acha que será a luta?
Eu não posso dizer quem vai vencer, logicamente estou torcendo pelo Toquinho. Ele é novo, tem muito o que aprender ainda, experiência e muita coisa pra vivenciar dentro do octagon. É valido, uma luta muito boa, vai se credenciar bastante pra, quem sabe, num futuro próximo, disputar o cinturão, e espero que se dê bem. Estou torcendo por ele.

O UFC criou o Fight Night 14 para concorrer com o Affliction. O que você acha deste evento?
Eu não acredito que seja disputa de eventos, acho que é uma forma de mostrar como o esporte está crescendo lá fora. O UFC não tem disputa com outro evento, o UFC é o maior do mundo, então não tem disputa, e sim os outros eventos estão infelizmente na mesma data. O UFC vai passar na tevê aberta, o que é muito importante pra gente e para os fãs. Vou fazer meu trabalho lá.

O que espera da luta do Rogério Minotouro no Affliction?
Esperamos a vitória dele, como sempre. Ele é uma pessoa que sempre me ajudou, tenho ele como irmão e está muito bem, treinando firme nos EUA com um pessoal em Miami. A tendência é que ele vença. Infelizmente não vamos poder estar juntos, ele está se preparando e a gente também, mas a gente está torcendo muito por ele. Acreditamos na vitória.

Como está a academia nos Estados Unidos?
Está legal, tem bastante aluno, bastante coisa boa acontecendo, muita divulgação. O trabalho está sendo feito com muita seriedade, O Rodrigo (Minotauro), (Daniel) Valverde, estão todos trabalhando de uma forma bem íntegra, como sempre. Está todo mundo gostando, está sendo legal. A tendência agora é, daqui a três ou quatro meses, abrir outra lá também.

Afinal, qual o nome da academia lá?
Está Team Nogueira. Eu defendo meu time, Team Nogueira. Acho que é o carro chefe e tem que ser mantido assim, isso não vai mudar. Sempre estivemos juntos e isso não muda nada.

O que espera para o confronto entre Frank Mir e Minotauro pelo cinturão?
Eu acho que vai ser uma luta boa, será um desafio bom para ele. O Frank Mir está vindo de vitória, é um cara que não deixa a desejar, é um grande lutador, mas lutar com o Rodrigo é complicado. A gente, que treina com ele, sabe que ele sempre tem uma carta na manga. Torcemos muito por ele e é vitória na certa.


http://www.tatame.com.br/2008/07/07/Anderson-Silva

_________________
lutar é sinceridade _'' conhece a ti mesmo''
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Anderson comenta luta contra Irvin, Entrevista Completa Anderson Spider Silva
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Motards europeus pegam em armas e juntam-se à luta contra o Estado Islâmico
» Apresentando....Anderson Filardo GSXR 1000 08/09
» Restauração completa - Giants 1972
» contra-esterço
» 110 000 Protestam contra inspecções

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Vale Tudo - MMA :: MMA-
Ir para: